Parque da Água Branca
Mais na região Como chegar

Endereço Av Francisco Matarazzo , 455, Barra Funda - São Paulo , SP - Brasil - 05001-000

Telefone (11) 380... Clique para ver

Um dos lugares mais bonitos da Barra Funda. Além de uma área verde, conta com o Museu Geológico, Casa do Caboclo e Aquário dentro do parque. Ótimo para passar uma tarde.

Dicas Ver todas as dicas
Já foi nesse lugar? Compartilhe sua experiência! Escrever opinião
Opiniões
Unas amigas me llevaron a comer allí un domingo en la mañana, pues ese día funciona una feria de productos orgánicos y sirven opciones sanas para el desayuno: yogurt con granola, café orgánico, jugos, huevos revueltos, té, bolos (pasteles dulces), pizzas y panes integrales, así como pastas (mantecas y quesos). Hay una opción de desayuno que incluye jugo, bebida caliente, pan, bolo y todo tipo de pastas por 22 reales. También está la opción de armar el desayuno a elección. Yo pedí café negro, un bolo, un pan, huevos y jugos. Todo por 16 reales. No es un precio barato, pues hay muchos lugares donde se puede desayunar por menos precios, pero la experiencia resultó muy buena por la calidad de los productos, especialmente el café y el bolo. Entre las distintas opciones que daban para el bolo, yo pedí una cuca, que es un dulce que se come bastante en el sur del país y está hecho con canela, manzana y uvas pasas. Su textura me recordó a un crumble de manzana pero con un fuerte sabor a canela.

Luego del desayuno recorrimos el parque y vimos que había de todo: muchos árboles y plantas tradicionales, plaza de juegos infantiles, animales y una típica casa rural. También tienen una estación de lectura, donde hay muchos libros para niños. Allí los domingos en la tarde funciona un trueque de libros.

El parque también es la sede de la Secretaría de Agricultura del Estado de São Paulo, así que muchas de las edificaciones funcionan como oficinas de los funcionarios.
Eu amo o parque da água-branca pelos mais variados motivos, já que pra mim, é um dos parque mais diversos da cidade.
Dentro as atrações que o parque possui, vale ressaltar as diversas feiras de comida orgânica que rolam por lá, o grupo de senhoras que produz enxoval para grávidas carentes que eu tive a oportunidade de entrevistar, as escolas que ficam lá dentro e que oferecem cursos gratuitos em áreas como moda, construção civil, panificação e beleza (fui professora de maquiagem na escola da beleza.
Além de tudo isso, o parque tem clima de fazenda, e conta com hipodromo e diversos animais espalhados pelo parque. Tem muita galinha, pato e até pavão!
As aves andam livremente pelo parque, e aproveitam as comidinhas que alguns senhorzinhos levam para elas.
Se eu morasse próximo ao parque, com certeza faria como outros moradores, e faria caminhadas com freqüência por lá.
Tem muitas arvores e vegetação, então o ar é um pouco mais fresco do que nas ruas da cidade.
Eu cresci nesse parque mas agora adulta vou raramente porque dou preferência a parques onde posso ir com as minhas cachorras (nesse parque não é permitido entrar com animais). Mesmo assim ainda passo por lá de vez em quando e é um parque muito agradável. Tem bastante sombra, lugares para descansar e fazer piquenique, parque infantil além de oferecer várias coisas para a comunidade como cursos, bailes, palestras, feira de orgânicos e exposições. Também tem um número razoável de barracas de comidas.
Embora o Revelando São Paulo não seja mais realizado lá, ainda tem um clima muito grande de festa interiorana e é ponto de encontro de violeiros.
O banheiro não é muito bom mas é razoável.
Um dos chamarizes do parque são os animais soltos, tem galinhas, patos, gansos etc (e muuuitos gatos que as pessoas desovam lá). Por causa deles a gente acaba passando nervoso, pois muitas crianças gostam de persegui-los e os pais, mal-educados, não corrigem os filhos e não impedem. Seria bom se tivesse mais informação sobre esse tipo de comportamento e também mais seguranças no parque que instruíssem os adultos e crianças mal-educados.
O Parque da água branca é para quem, em plena metrópole de São Paulo procura algum lugar calmo e aconchegante. Dá para fazer uma boa caminhada, leitura, tem muitos patrimônios tombados com uma arquitetura belíssima. Como eu já trabalhei lá dentro, eu sou meio suspeita para dar minha opinião, pois sou apaixonada por esse lugar e no tempo que fiquei lá, vi também novos projetos para melhorar ainda mais o Parque da Água Branca (pena que muitos não se concretizaram ainda). Nessa época, foi quando o parque que antes fechava as 18h passou a ter iluminação e fechar as 22h, foi quando o aquário foi reformado e quando o Espaço da Leitura ganhou mais livros e uma boa reforma, o parque ganhou também um "acessão São paulo" para as crianças mais carentes e foi o parque com a maior árvore de natal de São Paulo (2010) foram grandes vitórias e momentos inesquecíveis. Lá tem muitas atrações para conhecer com a família, a Arena de Cavalos, para quem tiver interesse pode fazer aulas, O Tattersal, um teatro que também foi reformado na mesma época, com peças de qualidade e pequenas apresentações, tem o belíssimo pergolado, que infelizmente está sem muitos cuidados e muito mais. Lá você pode ter um contato maior com a natureza, devido os animais que ficam soltos pelo parque: Galinhas, pavões, gatos. Os animais são alimentados pelos próprios usuários do parque, que sempre levam comida apropriada. Tem os Patos e gansos que ficam em seus devidos espaços. E para quem for, não pode deixar de conhecer o Aquário, que é muito bonito e tomar um cafézinho na casa do Caboclo e para os idosos, tem muitos entretenimentos, como o espaço do idoso e o Baile da terceira idade (TOP). Sempre tem eventos, música ao vivo, feiras a Feira da Malha e outras atividades para entreter o pessoal. Lógico que ele nem de longe é tão grande e possui tantos eventos como o Ibirapuera, entre outros, mas ele tem seu charme único e eu super recomendo conhecer!
Apesar de morar perto, nunca tinha ido ao Parque da Água Branca.
Me surpreendi bastante com o parque.
Muito mais legal que o Ibirapuera!
Ele não é tãao verde quanto o Ibirapuera, mas tem espaços muito legais para curtir com a família ou amigos.
Por exemplo, há uma casa de barro perto do laguinho, que oferece pão de queijo e bolo de fubá a preços super em conta.
É um parque mais família do que o Ibirapuera e não há tanto espaço para sentar na grama. Mas o que achei legal é que são vários espaços beem diferentes dentro do parque.
No dia que fui lá, era o final de semana do teatro então vários grupos estavam se apresentando e o dia estava muito bonito!
Ah e se você não gosta de animais, evite! Tem galinha, galo e pato por todo o parque haaha :D
Resumindo, excelente opção para quem mora em Perdizes e região!
O parque fica numa das avenidas principais da Barra Funda, sendo de fácil acesso tanto de carro quanto de metrô. Possui um estacionamento pequeno (70 vagas), mas dá pra estacionar tranquilamente nas ruas ao redor.
Conversando uma das guias do parque, soube que ele era uma fazenda, e que lá existem duas nascentes, uma escondida pela vegetação e outra aberta a visitação monitorada, pois o local que ela se encontra está em área de preservação.
Há muitos bichos soltos no parque: galinhas, galos, patos, marrecos, pavões, gatos e todos vivem bem ambientalizados. É proibido alimentar os animais, porém na administração é possível pegar a ração deles gratuitamente para alimentá-los.
Também há área para piquenique, área para atividades físicas, playgrounds, lagos com carpas e patos, barracas com comidas e bebidas, e uma área rustica, onde as pessoas vendem doces típicos interioranos e algumas duplas “caipiras” tocam suas “modas” sem cobrar nada.
Há também o Aquário para visitação com o preço de R$ 2,00; espaço de leitura; feira de produtos orgânicos as terças, sábados e domingos; trilhas e o museu geológico onde pode-se ver ossos de dinossauros, rochas, fósseis e outros objetos antigos encontrados ou feitos no Brasil e tem entrada gratuita.
O parque conta ainda com programação para todas as idades, infraestrutura e acessibilidades muito boas.
Ótimo para passear sem pressa, fazer um piquenique e conhecer um pouco mais do Brasil.
O parque fica numa das avenidas principais da Barra Funda, sendo de fácil acesso tanto de carro quanto de metrô. Possui um estacionamento pequeno (70 vagas), mas dá pra estacionar tranquilamente nas ruas ao redor.
Conversando uma das guias do parque, soube que ele era uma fazenda, e que lá existem duas nascentes, uma escondida pela vegetação e outra aberta a visitação monitorada, pois o local que ela se encontra está em área de preservação.
Há muitos bichos soltos no parque: galinhas, galos, patos, marrecos, pavões, gatos e todos vivem bem ambientalizados. É proibido alimentar os animais, porém na administração é possível pegar a ração deles gratuitamente para alimentá-los.
Também há área para piquenique, área para atividades físicas, playgrounds, lagos com carpas e patos, barracas com comidas e bebidas, e uma área rustica, onde as pessoas vendem doces típicos interioranos e algumas duplas “caipiras” tocam suas “modas” sem cobrar nada.
Há também o Aquário para visitação com o preço de R$ 2,00; espaço de leitura; feira de produtos orgânicos as terças, sábados e domingos; trilhas e o museu geológico onde pode-se ver ossos de dinossauros, rochas, fósseis e outros objetos antigos encontrados ou feitos no Brasil e tem entrada gratuita.
O parque conta ainda com programação para todas as idades, infraestrutura e acessibilidades muito boas.
Ótimo para passear sem pressa, fazer um piquenique e conhecer um pouco mais do Brasil.
Como adoradora da natureza, fui conhecer esse parque de fácil acesso, localizado na Barra Funda, na av. Franscisco Matarazzo.
Um lugar agradável para passear com a família e amigos.
Possui grandes espaços para a garotada correr, brincar e ver os animais. Neste caso, há uma grande quantidade de galos e galinhas. É possível ver também macaquinhos pulando de galho em galho e alguns gatinhos escondidos.
No parque tem um "mugeo" e um aquário, onde é possível fazer a visitação. A entrada do museu é gratuita e do aquário apenas R$2 reais.
Durante a semana ocorre vários tipos de oficinas pelo que eu soube. Achei super bacana. Como fui em um domingo, estava tendo um cantinho de leitura, com diversas obras e atividades.
Há também uma área para piqueniques e lagos com enormes carpas.
Achei o lago e os tanques dos peixes meio abandonados, talvez esteja faltando um pouco de cuidado nessa parte.
Tem alguns pontos do parque que estão precisando de mais cuidado e limpeza.
Fora isso, é um bom lugar para curtir o fim de tarde, ou levar as crianças para brincar.
O Parque da Água Branca é muito conhecido pela diversidade cultural que abriga através da promoção de diversos eventos e feiras, o que gera alto volume de turistas e frequentadores. O local é muito bem arborizado, com diversos tipos de árvores, dentre as quais há uma "rota do pau-brasil", com plantas de diferentes localidades do mundo. Há também várias aves, dentre elas galinhas-d'Angola, galos, pavão, gansos, pombas, etc. Em outro espaço fica um aquário e área para cavalos.
Há uma grande arena de terra, além de espaço para caminhar e sentar. É um local que você poderá se abrigar do caos urbano que é São Paulo e curtir o som da natureza.
Um espaço interessante é a praça do idoso, que contém vários instrumentos para o idoso usufruir em prol da qualidade de vida e realizar exercícios físicos, dentre os quais, a curiosa escada para dedos!
Está próxima do Memorial da América Latina, terminal Barra Funda, UNINOVE, shopping West Plaza, Villa Country, etc.
Local calmo, sempre com algum tipo de evento. O acesso dele é fácil, fica próximo ao terminal da Barra Funda e é praticamente impossível de se perder. Tive o prazer de ir com minha namorada na feirinha cigana no final do ano passado e foi um dia muito gostoso. Danças, comidas diferentes, tudo pra fugir um pouco da rotina de correria de São Paulo e se ligar um pouco mais com a natureza.

O parque em si é lindo e bem cuidado. Animais em todos os cantos (desde galinhas até gatos!), pessoas tranquilas e tudo que você precisa pra descansar em um final de semana. Se você tem um namorado ou namorada, posso dizer: o clima de lá é romântico se vocês gostarem de locais a céu aberto pra passear e de animais. Sem contar que em cada cantinho que você vai, tem algo pra comer e sempre são coisas gostosas feitas com a maior higiene.

E se você não gostar de comer em lugares assim, não tem problema! Do outro lado da Av. Francisco Matarazzo tem alguns restaurantes, e seguindo a avenida sentido Lapa (coisa de 300 metros) você tem o Shopping West Plaza pra comer e depois voltar pra ficar numa boa.

Recomendo!
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 146
Você conhece o Parque da Água Branca? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe o app grátis Veja mais