Conheça também Patrocinado
Promova seu negócio no Kekanto e deixe-o em destaque entre milhares de estabelecimentos.
saiba como
HANNOVER A fondue mais famosa de São Paulo
Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opiniões dos consumidores

Dias de semana, depois das 22 horas é complicado de achar lugar bacana pra comer. Na busca de algo pra matar minha fome encontrei o La Tartine, um bistrô super fofo, que chamou minha atenção pela iluminação interna.
A meia luz, a iluminação do lugar me pareceu um convite para "para casais", mas logo que você entra percebe que tem mesas com grupos, então é um sinal que é um restaurante pra todos.
O atendimento foi bem eficiente, onde você é encaminhado ate a sua mesa e até o final da sua estadia lá você tem um atenção bem bacana. O cardápio não é muito extenso, porem é um desafio pros não letrados em francês, pois os nomes estão nesse idioma, o que acaba se tornando um incomodo.
Pedi um quiche roquefort com salmão, que vem acompanhado de uma salada verde com nozes. Estava tudo maravilhoso. O quiche estava genial. Fiquei curioso pra provar a versão dele com shitake.
O valor do prato gira em torno de 30 reais, cujo o custo benefício é bem razoável.

via Android

O ambiente é bacana, de entrada pedi uma espécie de bombom de queijo estava bem saboroso, acompanhado de um vinho tinto Cotê du Rhone ficou muito bom.
Porém o prato principal foi uma decepção, coq au vin parecia um frango feito pela minha vó, gostoso, mas nada demais.
A sobremesa salvou com profiterole e um café bem tirado!

Escolhi o local para celebrar meu aniversário. Queria algo no clima romântico para curtir a noite com meu marido...

Não me levem a mal. O local é excelente, e recomendo muito a todo mundo; com certeza, vou voltar, mas não foi a escolha perfeita para o propósito que tinha em mente. Não era tão romântico quanto eu imaginava...

O local

Localizado ao lado do restaurante "O Mestiço", o La Tartine é um bistrô francês super charmoso, pequeno, mas muito aconchegante e super cult. O ambiente nos lembra o universo parisiense. Não é um local chic, e nem exala esse tipo de conotação: é um local para levar os amigos, e ter uma boa conversa regada a ótimos vinhos e uma boa comida.

O restaurante possui 2 andares, mas ficamos no primeiro andar, que estava relativamente cheio, sem música ambiente, e completamente inundado por pessoas conversando super alto. (Como já falei: tudo muito ótimo e agradável, mas não me deixou ter o momento romântico que eu queria naquele dia especificamente).

O atendimento é muito bom. Como não conhecíamos o local, fizemos algumas perguntas ao garçom que nos atendeu prontamente.

A refeição

Pedimos os únicos dois pratos principais que estavam sendo servidos naquela noite: o steak aux trois poivres (filé mignon às três pimentas) e saumon à l'oisille (salmão ao molho de azedinha).

Cada prato veio acompanhado com batatas, sendo que o filé ainda veio com uma saladinha verde de acompanhamento.

Eu fiquei com o salmão e meu marido com o filé, mas o prato perfeito mesmo seria a combinação do meu salmão com as batatas do prato pedido por meu marido (eram batatas em camadas, como em folhas). Estavam simplesmente divinos.

Para beber, pedimos taças individuais de Côtes du Rhône (Masson Dubois) e J.P. Chenet (Cabernet/Syrah). Muito bons e casaram perfeitamente com a comida (tudo indicado pelos garçons).

Por fim, comemos o famoso crème brûlée. Dividimos com duas colheres. E foi o momento fofo-romântico da noite. Olha, ouvir a crosta da sobremesa se quebrando é algo divido! Ah! E ela veio quentinha ainda do maçarico culinário (que queima o açúcar da cobertura). Perfeito.

Considerações finais

1. Achei muito bom o custo x benefício para uma refeição diferenciada. A conta total ficou em uns R$150,00.

2. Compre as madeleines que são vendidas no balcão! São bolinhos franceses bem bacaninhas, que geralmente são comidos na hora do chá.

3. No mais, estacionamento é bem complicado na região. Provavelmente, você terá que deixar o carro num estacionamento; a área é bastante disputada. Nós, no entanto, demos muita sorte. Nosso carro acabou ficando bem na porta do restaurante porque tinha um casal saindo bem na hora!
"Crème brûlée"

O La Tartine é um dos meus restaurantes preferidos de São Paulo. Tem um ambiente muito aconchegante, um serviço primoroso, a comida deliciosa e vinhos a preços honestos. A quiche de queijo de cabra com salada verde é maravilhosa. O tempero da salada é simples e muito saboroso.
O restaurante é ideal tanto para um jantar a dois quanto para uma mesa com amigos. Recomendo fortemente o local. Costuma ter espera, por isso vá cedo!

O que dizer desse lugar: hmmmmmm fooofoo demais
É agradável, quando eu estive lá a sensação que me deu é que eu era siim uma pariense feliz, lá você encontrará pessoas alternativas, visualmente inteligentes e extrovertidas.
Vão desde família, casais de namorados a amigos.
As mesas ficam muito perto uma das outras, então você pode conhecer alguém sem querer querendo, Ou se sentir incomodado com isso. É bem intimista.
Lembra uma casa 'velha' e aconchegante.
A decoração é feita com vários objetos, como quadros estampando propagandas antigas, coisas cômicas e atores famosos, com bonecos no teto, espelhos, luzes em forma de uvas, cores fortes nas paredes...
O atendimento é ótimo, os garçons são educados e bem vestidos/limpos.
Existe um segundo andar e no térreo existe uma parte que fica meio fora, sem teto, como se fosse o quintal da casa onde a velhinha estendia roupas. Mas é lindo, e você pode se sentar lá com sua namorada/o longe da barulho de dentro e conseguindo maior intimidade.
A comida é gostosa, falando assim me dá vontade de ir lá agora haha. E os preços não são altos, para um lugar onde tudo é bom.
Exibindo de 1 a 7
Total de opiniões: 37
Você conhece o La Tartine? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: