La Penisola do Cabral

nota 3.8 de 5 em 22 opiniões
| Rank: 855º de 7423 | Restaurantes
La Penisola do Cabral
Mais na região Como chegar

Endereço: Rua Santo Antônio, 870, Bela Vista - São Paulo , SP - Brasil - 01314-001

Telefone: 11 3256-2866

Preço: $$$$  (De R$51 até R$100)

Localizado no famoso bairro do Bexiga, a La Penisola do Cabral traz um aconchegante ambiente e a tradicional comida italiana. A casa gaba-se por seu fartíssimo couvert: carpaccio, conservas de pepino e de pimentão, sardela, azeitonas, bolinho de mandioca, berinjela à parmigiana, torrada, pães de alho e italiano e até casquinha de siri. Para a refeição principal, o carro-chefe é a famosa lasanha.

Oferta

Quer receber ofertas do(a) La Penisola do Cabral?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores.

Baixe grátis nosso aplicativo e confira as ofertas:

Digite seu celular*: * Enviaremos sem custo algum, um SMS com o link de download
Conheça também Patrocinado
Promova seu negócio no Kekanto e deixe-o em destaque entre milhares de estabelecimentos.
saiba como
DIBACO VILA NOVA Cortes argentinos e vinhos do novo e velho mundo MEXICANÍSSIMO A verdadeira comida mexicana em São Paulo.
Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opiniões dos consumidores

A casa onde fica o restaurante é pequena e não comporta muita gente, mas isso dá uma aura diferente para o lugar, pois parece que segue aquela tradição de ser algo "da família" que a maioria dos restaurantes italianos deveriam ter. Por ser um espaço pequeno é bom checar para ver se tem espera, pois costuma lotar. E não se preocupe com o carro, eles tem serviço de manobrista e é gratuito.

Sobre a comida: sensacional. O couvert é o maior que eu já comi e vale muito provar tudo que eles colocam na mesa, pois tudo é feito com muito cuidado e o sabor é bem realçado. Brevemente, torradas, pães, etc (o mais comum de todos os couverts), só que adicione: casquinha de siri, bolinho de mandioca com queijo, carpaccio, copa, berinjela recheada e... eu até já esqueci o resto ( tudo muito bom).

Depois do couvert (se tiver espaço) os pratos costumam servir duas pessoas e não são muito baratos (faixa entre R$ 60 - 80), mas vale a pena. Quando eu fui eu pedi um polpettone com capellini na manteiga, muito bom, um dos melhores que já provei, ele não desce pesado em nem fica o dia inteiro no seu estômago. Além desse prato também pedimos um Ravioli de mussarela de bufala com molho de espinafre... divino!

A conta no final saiu em torno de R$70,00 para cada, mas lembro que não comi mais nada pelo resto do dia, de tão satisfeito que fiquei (e de tanto que eu comi). Por isso, La Penisola tem um preço salgado, mas a comida é muito gostosa e saborosa. Vale a visita.

O MAIOR COUVERT DO UNIVERSO. Essa é a primeira coisa que precisa ser dita sobre o La Penisola!

Fomos lá para o 9º Jantar Étnico do Kekanto, experimentar uma culinária italiana bem tradicional. As opiniões já postadas diziam que o couvert era gigante – mas é o tipo da coisa que você não põe fé de verdade enquanto não vê!

Ele começou com cara de “couvert normal”: pão italiano cortado em fatias, torradas (da Bauducco, na embalagem – tirou um pouco da graça do lugar), manteiga, sardela (beeeeem leve) e abobrinha e pimentão em conserva. Como foi só isso que ficou na mesa até quase todo mundo chegar, começamos a achar que o tão falado couvert seria só isso. Mas não: de repente, começou o 2º round!

Nele, havia pratos individuais e pratos coletivos. Os individuais eram: carpaccio (5 fatias) com um molho que me pareceu de mostarda e alcaparras, uma delícia; berinjela à parmegiana (eu não gosto muito de berinjela, então não posso opinar); e casquinha de siri, que também achei muito gostosa. Os pratos servidos para toda a mesa foram um com fatias de copa (❤) e outro com torradas com alho e bolinhos de mandioca com 4 queijos. Achei os bolinhos um tanto quanto pesados, mas as torradas estavam ótimas!!

Depois de tudo isso... quase não existe espaço na barriga para um prato principal. Todos são para duas pessoas e os preços oscilam entre R$ 60 e R$ 120 (mas a grande maioria deles está entre R$ 60 e R$ 80). Optamos por pedir um polpettone com capellini na manteiga (R$ 60) e dividir por 4 pessoas, já que na verdade nem precisávamos de mais comida alguma! O negócio é que, quando se pede para dividir o prato por mais de 2 pessoas, o couvert aumenta de preço, para compensar: de R$ 15, passa a custar R$ 40 para cada uma das pessoas “extras” que vai dividir o prato. Parece absurdo, mas sai praticamente o mesmo preço de dividir o mesmo prato em 2 pessoas – com a diferença de que desperdiçaríamos MUITA comida se fizéssemos isso. E olha que ¼ de prato já foi suficiente para algumas das meninas não conseguirem terminar! O capellini estava no ponto certo, com o molho de tomate do polpettone por cima – muito bom! O polpettone, recheado com muçarela e catupiry, também estava uma delícia!

O local é pequeno, todo decorado com quadros e garrafas de vinho. Muitos dos quadros são aparições do restaurante na mídia e indicações ao prêmio Comer e Beber da Veja São Paulo – sempre um bom sinal!

Há um estacionamento na própria Rua Santo Antônio, no mesmo quarteirão Eu parei na rua mesmo, na frente de um comércio 2 casas para o lado do restaurante. Foi tranquilo! Mas não é fácil achar vaga por ali, não.

Minha conta saiu R$ 57,75. Não foi tão barato quanto eu esperava, mas está ótimo pela quantidade (e qualidade) do que eu comi!! Gostei! =)
"Reportagem sobre o restaurante no Diário Popular, de 11/set/1992"

Quando a gente vai conhecer um lugar novo,sempre estamos arriscados a errar ou acertar.
Nesse caso em particular,não gostei da experiência.Começou com a localização,perigosa para uma mulher que vai sozinha,por exemplo,pois fica próximo a um viaduto onde pessoas ficam se drogando! O atendimento foi bem confuso.A comida,como dizia minha bisavó italiana,era tipo mata fome.Ou seja,muita quantidade mas sem qualidade.Praticamente tudo que comi lá,tenho certeza que já comi melhor em outros lugares.A única coisa que achei realmente boa foi o carpaccio servido no couvert.Aliás,esse negócio de mudar o preço do couvert se você não quiser o prato principal é no mínimo deselegante.Deveria rever isso urgentemente. Além de tudo achei a conta caríssima por um prato de massa.Não tenho vontade de voltar.
"Polpettone"

É uma cantina bem honesta na região do Bixiga. Lotação máxima de 50 pessoas, estacionamento pago pertinho - quase ao lado - mas conseguimos uma vaga milagrosa na rua. Se você for em grupo, recomendo reservar lugar por telefone. É um tipo de ambiente para se ir ou a dois ou número considerável de amigos ou familiares (aos berros, diga-se de passagem, o que é normal quando se fala em qualquer coisa referente a Itália).

Quando me disseram que é o maior couvert do mundo, não duvidem. É um exagero M-E-S-M-O! Havia pães na mesa com abobrinhas no vinagrete, pimentão em tiras, azeitonas, manteigas e torradinhas (industrializadas, diga-se de passagem). Você pensa que a entrada é só isso e antes mesmo do garçom trazer o menu, ele serve você com cortes bem finos de copa como ainda parte do couvert.

Pensa que terminou? Dá-lhe bruschettas. Hora de pedir o prato principal, certo? Não. Eis que chegam bolinhos de mandioca com queijo. "Not bad!". Olha pro lado e aparece uma bandeja de berinjela ao forno. Acabou? Para o desespero geral da nação, o couvert se encerra com casquinha de siri. Se eu que sou bom de levantamento de garfo me vi mal, imagina quem come em doses moderadas.

.
E os pratos não paravam de chegar: depois vieram bruschettas, bolinho de aipim com 4 queijos, carpaccio (fe-LO-me-nal!), casquinha de siri, berinjela ao forno.. UFA! Finalmente acabamos o couvert, e ele já tinha nos deixado satisfeitos. Antes de começar a comer, peça ao garçom explicar detalhadamente a complicada lógica do valor do couvert. Segundo o menu, os pratos são para duas pessoas. Se duas pessoas pedem um prato principal, o couvert custa R$15,00. Se ela ficar satisfeita e não quiser mais, o valor salta para R$40,00.

Enfarados pela entrada, resolvemos pedir dois pratos para ser degustado entre SEIS PESSOAS. Deu e sobrou! Os pratos são, em sua maioria, cobrados em uma faixa de valor que vão entre R$60,00 e R$120,00. É cobrada a taxa de serviço de 10%. Uma pena que o couvert tenha feito eu não sentir os sabores tanto do polpetoni quanto da lasanha que foi uma dica do gerente do estabelecimento, o que deixou a minha experiência incompleta. Não tenho do que reclamar do atendimento, todos os garçons foram solícitos comigo.

Não tenho experiência em cantinas italianas no Bixiga. Se você não tiver também, acredito que aqui pode ser um bom começo para começar as suas comparações e ter segurança em recomendar ou não para algum amigo ou inimigo.

O La Penisola foi o étnico da vez pra galera do kekanto. A escolha da etnia foi simples: muita gente tava reclamando das coisas ~estranhas~ que andávamos comendo, aí neste mês foi escolhido uma nacionalidade conhecida de todos - a Italiana!
A casa é pequena, então é bom dar uma ligada antes pra ver se precisa de reserva, principalmente se estiver em grandes grupos, como o nosso, aí precisa de reserva com certeza.
Logo que chegamos, fomos saudados por um bombardeio de couverts que nos deixaram absolutamente satisfeitos. Chegamos a cogitar em nem pedir o prato principal, mas acabamos cedendo à gula. rsrsrs
Mas voltando ao couvert: abrindo os trabalhos, pão italiano e torradas com sardela, abobrinha a vinagrete, pimentão verde em tirinhas, azeitonas e manteiga. O pão estava muito gostoso, já a torrada, era industrializada, não tinha nada de especial.
Logo em seguida, uma porçãozinha de copa cortada beeeem fininha, uma delícia.
E os pratos não paravam de chegar: depois vieram bruschettas, bolinho de aipim com 4 queijos, carpaccio (esse tava DIVINO!), casquinha de siri, berinjela ao forno.. UFA! Finalmente acabamos o couvert, e ele já tinha nos deixado satisfeitos.
Mas mesmo assim decidimos partir para o prato principal. Teoricamente, ele serve duas pessoas, mas como já tinhamos nos acabado no couvert, decidimos por dividir em 4 pessoas e foi a melhor coisa que fizemos, pois o prato principal era MUITO GRANDE. A escolha da noite foi polpetone com macarrão cabelo de anjo. A massa estava muito boa, tinha carinha de artesanal, al dente, com pouco molho, do jeito que eu gosto. O polpetone era recheado com mussarela e catupiry, também muito bom.
Apesar de parecer que tudo correu as mil maravilhas, não dá pra dar uma boa nota para o La Penisola.
O atendimento foi bem falho, afobado, beirando o displicente. E a conta ficou absurdamente cara. Pode me chamar de herege, mas pra mim, um restaurante italiano não devia custar mais do que R$ 35 por cabeça, afinal, É MASSA, pombas! Bom, a conta deu em média R$ 60 por cabeça, e teve gente que pagou quase R$ 100.
Tudo isso por conta do couvert, que é fartíssimo, mas custa R$ 40 por cabeça se você não come um prato, ou R$ 15 se você come. A conta pareceu estranha e foi difícil de entender, mas tava certa: se um prato é pra duas pessoas, e 4 pessoas comeram, então duas pessoas pagaram R$ 15 de couvert (porque o restaurante considera que o prato é pra duas pessoas, e não pra 4). Já as outras duas pagaram R$ 40 no couvert. Puxado, né? Eu achei.
A companhia dos kekanteiros ajuda a amenizar a sensação de assalto. E o fato de a comida ter sido excelente, também é uma boa desculpa.
Mas na boa, não volto.

É uma cantina italiana bem escondida. Mentira, nem é escondida, fica na Santo Antônio, perto do Minhocão e tal.

O ambiente é pequeno, bem cantina italiana do centro, sabe? Casa meio antiga, meio apertado, meio "bronco" e tal. O que é até parte do charme das cantinas do centro.

O atendimento foi um pouco estranho. Não por falta de atenção do garçon que cuidou da gente - pelo contrário, o cara se esforçou bastante - mas ele não ouvia muito bem a gente chamando e quando falávamos com ele...hahahah divertido.

O couvert é DELICIOSO! Começa com pão italiano e conservas (abobrinha, pimentão, sardela e manteiga), depois vem um carpaccio com molho de mostarda delicioso (um pouco mais saldagdo do que to acostumado), depois vem uma porção de bolinho de mandioca DELICIOSO e uma bruscheta boa, mas as que provei estavam um pouco secas. Por fim vem uma casquinha de siri, que não provei. Ainda no couvert passa berinjelas a parmegiana, gostosa, mas que achei salgada também.

Sério, só de couvert já estávamos satisfeitos. Mas os caras são espertos: se você escolhe um prato, o couvert sai 15$, se você para no couvert, sai 40$. Por isso, depois escolhemos um gnochi de mandioquinha a parmegiana pra duas pessoas e dividimos pra 4. Estava DELICIOSO e matou a fome de todos.

O preço deu 60 por cabeça na média.

É um lugar pra comer DEMAIS DEMAIS DEMAIS. É uma cantina honesta.
Exibindo de 1 a 7
Total de opiniões: 21
Você conhece o La Penisola do Cabral? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: