Conheça também Patrocinado
Promova seu negócio no Kekanto e deixe-o em destaque entre milhares de estabelecimentos.
saiba como
DIBACO VILA NOVA Cortes argentinos e vinhos do novo e velho mundo Pizzaria Tonelli Frango Frito A melhor pizzaria do Campo Limpo!
Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opiniões dos consumidores

Apesar de ser pertinho do trabalho, sempre fui muito relutante em vir aqui pois não curto muito comer coisas tãaaaao diferentes... Sempre comentaram que aqui tem uma lasanha de quinta que é muito boa, aí hoje me convidaram e resolvi experimentar.

O cardápio tem apenas 2 opções de prato por dia: hoje (quinta) era basicamente arroz ou lasanha. Acabei optando pela lasanha aos 3 queijos.

De entrada veio uma saladinha de folhas verdes, o suco do dia era de limão com rosas e também já veio junto a sobremesa "banana celestial" que é banana gratinada com açúcar mascavo.

Pouco tempo depois chegou a lasanha 3 queijos com molho de tomate e acompanhando tinha a(o) "Pakora" que são vegetais empanados.

A lasanha estava bem leve e muito saborosa, com um tempero levemente diferente do tradicional mas muito bom e nada picante. O(a) Pakora também estava muito bom, com os vegetais sequinhos e crocantes.

O suco, apesar de parecer esquisito (limão com rosas) até que estava gostoso, o limão predominava no sabor e com um toque de rosas, coisa que eu nunca havia experimentado. Ele é servido em um copo de alumínio e pelo que percebi pode repetir caso deseje.

A sobremesa também estava muito boa e doce na medida.

Com exceção da lasanha que era um pouco maior, as porções são pequenas. Há ainda a possibilidade de pedir "meio prato" que na verdade não é metade da porção normal (nem o valor é metade). Como é um lugar natureba não é o lugar para você se fartar de comer, eu fiquei bem satisfeito mas confesso que a gula pedia um pouco mais de lasanha! hehehe :)

O valor do prato com bebida e sobremesa sai a R$ 28,00 e se for "meio prato", R$ 21,00

Obs: NÃO aceitam nenhum tipo de cartão de débito ou crédito. Embora tenha vários cartazes espalhados pelo restaurante todo avisando, algumas pessoas são pegas desprevenidas. Só aceitam cheque, dinheiro e cartões refeição.

No fim das contas foi uma experiência interessante, não sei se eu iria todo dia, mas de vez em quando e quando tiver essa lasanha seria uma boa :)

O Gopala Madhava me encantou desde a primeira vez que o visitei. Já se passaram alguns anos desde então, e continuo sendo uma cliente fiel. Sempre faço questão de levar pessoas que me visitam em São Paulo para provar a comida do lugar.

O cardápio é trocado de três em três meses, e em cada dia da semana há a opção de dois pratos, sendo que você pode pedir meio a meio para provar tudo. Tem um prato maior e um menor, para mim e para minhas amigas o menor sempre bastou, sempre nos deixou satisfeitas pelo resto do dia.

Minhas coisas preferidas por lá: doce de cenoura com pistache, torta de palmito e/ou milho, dahl de ervilha com queijo fresco, lasanha com espinafre. Por falar no cardápio, ele é ovo-lacto-vegetariano, ou seja, nada de carne. Sou vegetariana e isso para mim é um bônus, mas mesmo quem não é costuma gostar muito do sabor e da experiência.

É um preço único, que inclui o prato, salada, suco e sobremesa. Fica bem próximo à Avenida Paulista, a poucos quarteirões da estação Consolação do metrô, ou seja, acesso muito fácil.

Bom, não tem muito o que dizer sobre o Gopala que já não tenham falado por aqui. Então vou fazer só dois adendos: tente ir nos dias em que o prato principal é o pakora recheada (uma berinjela recheada com queijo e tomate) ou que a sobremesa é a banana celestial (uma tortinha de banana coberta com açúcar mascavo). Comi essas duas coisas na primeira vez que fui lá, há uns trocentos anos, e ainda são meus pratos favoritos. Como o cardápio muda a cada três meses, tem que ver no site em qual dia da semana eles aparecem. Ambos valem a visita, acredite

Estávamos num curso na Paulista e precisávamos de um lugar para almoçar. Abrimos o Kekanto e, fuçando as infinitas possibilidades, encontramos o Gopala Madhava. E fomos!

Chegamos lá pelas 13h30 e tinha uma certa fila de espera – mas como estávamos em duas pessoas, é sempre mais rápido! Acho que não esperamos nem 15 minutos.

O local possui dois andares, ambos ricamente decorados com elementos de inspiração indiana – mas sem ficar “over”. No andar de cima, há uma saleta onde se pode comer sentado no chão, cada um na sua mesinha! Ótimo para quem vai sozinho ou quer ter uma experiência diferente. Devem caber umas 10 pessoas nessa sala!

Sentamos numa mesa normal e a garçonete logo veio pegar os nossos pedidos. O cardápio é fechado, sendo que cada dia possui apenas 2 pratos. Pedimos o prato 2 de terça-feira: espaguete com legumes (tipo yakisoba), pakora recheada (berinjela e queijo fresco empanados e servidos com molho de tomate) e vadai (bolinho de lentilha com molho de iogurte). (Notem: o restaurante é vegetariano.) Incluídos no preço (R$ 25 em dias de semana, R$ 30 aos sábados), há ainda suco, salada e sobremesa. O cardápio será o mesmo até março e pode ser conferido no site – aí você pode escolher o dia que mais te agrade!

O yakisoba estava bem gostoso e levinho. A (O?) pakora estava muito gostosa(o), e olha que eu nem gosto de berinjela!! Mas, para mim, a estrela da refeição foi o (a?) vadai – nem sei explicar o porquê, mas achei os bolinhos deliciosos! E o molho de iogurte não era muito forte, o que me faz gostar mais ainda dele ;) A salada... bom, dá até vergonha de chamá-la assim, pois é incrivelmente pequena. É só pra dizer que tem. O suco era de limão com rosas, o que tinha todo o potencial para ser um desastre – eu acho que tudo que leva rosas fica com gosto de sabonete! Mas esse, graças a deus, só tinha um leve cheiro de rosas... deu pra tomar! A sobremesa era uma mini torta de doce de leite com amêndoas. Eu não gosto muito de doce de leite, então não me animei muito... mas vale dizer que a torta não era excessivamente doce!

Caso você queira repetir alguma porção, pode pagar mais R$ 2 por ela. Acho que vale a pena para os mais esfomeados, porque o prato não é lá muito grande! Para os não-esfomeados-de-verdade, há a opção de pegar meio prato (R$ 18 em dias de semana e R$ 22 aos sábados).

Problema: o local não aceita cartão de débito/crédito. A Tati teve que ir até a Paulista tirar dinheiro! Para, no fim das contas, pagar com cartão – quando você compra mais coisas, tipo algum livro de receitas, aí pode. ¬¬’

No geral, gostei muito da experiência. O clima é tranquilão, a comida é muito boa... vale (e bastante) a visita!!
"Torta de doce de leite com amêndoas"

Meu restaurante lactovegetariano favorito! Inspirado na culinária indiana, são servidas duas opções de pratos diariamente a um valor fixo – R$ 28 e, aos sábados, R$33 – que inclui suco, refeição e sobremesa. Há também a opção de pedir meio a meio, para quem quer experimentar ambas as opções. O cardápio, que muda trimestralmente e pode ser consultado na internet, é composto por lasanhas três queijos, dahls, pakora e muitos legumes gratinados, etc. Acho que o tempero, embora inspirado na comida indiana, é bem leve e suave.

Não se espante se encontrar muitas pessoas esperando nas escadas na entrada do estabelecimento no horário de pico de almoço: entre 12h e 13h, as filas são costumeiramente grandes, mas o atendimento é ágil. A decoração da casa e a música ambiente são inspiradas em elementos indianos, resultando num clima relaxante e agradável para o almoço. Chás típicos, como o de flores, estão disponíveis e é uma boa pedida antes ir embora para completar a experiência!

Para os vegetarianos e lacto-vegetarianos, o Gopala é a melhor opção para sair do óbvio. Com toques da culinária indiana, o cardápio é fechado e tem 2 opções diferentes por dia, além da salada, suco e sobremesas (que sempre são ótimas!), já inclusos e à um preço justo. Mesmo para quem não é familiarizado com os temperos e pratos indianos, não há o que estranhar: a comida é realmente saborosa e não deixa a desejar. A Pakora recheada e o bolinho de arroz com chutney de abacaxi são ótimas opções.

Durante a semana e aos sábados na hora do almoço sempre há filas, mas não costumam demorar muito. A decoração com inspiração indiana e o clima do restaurante deixam o ambiente charmoso e adequado à proposta.

O Gopala é o restaurante onde levo sempre minhas visitas que vem de fora. A comida é incrível, o local tb é lindo, o cheiro da comida é surreal e o ambiente é super agradável, apesar de barulhento. A relação custo benefício te faz querer ir lá no mínimo uma vez por semana!
Eles têm um cardápio com duas opções de pratos pra cada dia semana e todos são maravilhoso! Um defeito? Não abre no fim de semana.
Exibindo de 1 a 7
Total de opiniões: 50
Você conhece o Gopala Madhava? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: