Este local está fechado
35 opiniões Nota 3.5 de 5

Confessionário Bar

Bares e Botecos

 
Confessionário Bar
Mais na região Como chegar
Dicas Ver todas as dicas
Já foi nesse lugar? Compartilhe sua experiência! Escrever opinião
Opiniões
Estou devendo esta opinião há uns bons eventos do KK, mas tenho uma boa desculpa: havia um voucher na manga e queria ter minha segunda opinião antes de expor por aqui [rsrs]

Achei a casa graciosa, porém apertada para grupos grandes de pessoas - como era nosso caso - com um salão externo e coberto por um telhado retrátil para os dias de calor e um outro salão acima do bar, que nas duas ocasiões em que estive lá estava fechado. O banheiro feminino é pequeno, porém limpo.

A decoração é temática ao nome da casa, com uma parede repleta de 'confissões' de famosos e até um confessionário de igreja, com direito a um boneco-capelão :)

A primeira ida ao Confessionário foi em um evento do Kekanto para participarmos do happy hour: comidinhas e bebidas (cerveja, refrigerante, água e caipirinha) liberadas. Os comes não eram de outro planeta, tinha batata frita, frios, calabresa.. A bebida estava gelada. Emendamos o fim do HH com bate-papo e uma nova comanda aberta: baldinhos de cerveja sobre a mesa, mas nenhum quitute.

A segunda ida foi com o voucher: 2 parmegianas, 2 taças de vinho e 2 merengues de morango que deveriam ser consumidos à noite. Eu tenho uma defesa bem grande quanto à questão de voucher, além do preço mais em conta, acho que é uma forma da casa mostrar ao cliente produtos que oferece além do usual. Assim sendo, não me espanta jantar enquanto outras pessoas estão em meio ao happy hour (ok, também não bebo, então uno o útil ao agradável hehe).

Fiz a reserva da mesa e tínhamos a escolha de uma logo na porta de entrada ou junto ao cantor. Ficamos pertinho do cantor e já nos foram servidas as taças de vinho (este muito doce, não deu pra descer!). O prato de parmegiana veio extremamente bonito e bem servido, muito gostoso mesmo (compensou o vinho). Pagamos a conta as bebidas extras e fomos embora. Esquecemos da sobremesa e ninguém na casa nos lembrou deste detalhe - achei isso chato, paguei e não consumi :\

Nas duas idas, haviam cantores de MPB/Pop/Rock. Como gosto muito destes estilos de música, achei muito bom.

Detalhe negativo: não há estacionamento gratuito; para utilizar os serviços do bar, ou um milagre opera na sua vida e encontra uma vaga na rua, ou morre pagando algum estacionamento, como o da esquina que cobra 20$ pelo período.
Fui ao evento do Kekanto neste bar. Localizado na Rua Padre Almeida, o bar é muito bonito por fora e por dentro como todos que se encontram nesta rua. Problema há sempre em estacionar por ali, mas tem várias opções de estacionamento por perto. A turma é muito animada nisso ajuda muito, mas o atendimento foi muito bom, por se tratar de um happy hour, me admirou os garçons não deixarem faltar cerveja na mesa, e sempre muito bem gelada. A cerveja servida foi Brahma, garrafinhas de 300 ml servidas em baldes com gelo, quando acabava, o garçon repunha. As comidas do happy foram as básicas, bem basicas, mas pra mim não afetou muito. O local em si achei muito bonito, os banheiros bem pequenos. Com música ao vivo, muita cerveja e bons amigos, é um local muito bom de ter momentos bons e divertidos!
Com uma fachada bacanérrima e bastante aberta, o bar conta com uma ótima localização para ajudar: está em uma das ruas mais movimentadas do bairro Cambuí, um reduto noturno de bares e baladas dos campineiros. Por ironia do destino, a rua se chama Padre Almeida.

A casa conta com o sistema de comanda individual, o que é ótimo! :)

E no final do corredor, acreditem ou não, mas há um confessionário mesmo, com um monge lhe dando ouvidos para uma confissão. É mole? rs

Estivemos no bar em uma sexta-feira no horário de happy hour. No dia em que visitamos a casa, ela não ficou vazia em momento algum, mas também não lotou muito nesse período, sendo o seu ponto alto, o fim de noite.

O esquema do happy hour é pagar um valor fechado de R$ 29,90 M e R$ 34,90 H e ter direito das 18 hrs até às 21 hrs à cerveja Brahma long neck, caipirinhas, batidas, refrigerante e água, além da mesa de frios que fica lá a disposição dos clientes.

A mesa em si é fraca, perto do Manga Real por exemplo. :( Mas a cerveja chega geladinha na mesa, em baldinhos com bastante gelo.

Além disso, o cardápio da casa traz uma variedade pequena de cervejas importadas, chopp Brahma, inclusive o Black.

A casa conta com som ao vivo de qualidade. O cantor fica ali próximo ao confessionário, cantarolando suas confissões! rsss No dia estava rolando um MPB/Rock show de bola. Fomos informados que no sábado seria Samba.

O atendimento é bom quando você consegue se alinhar com um garçom, pois dado a grande solicitação do pessoal, às vezes fica difícil encontrar um, mas caso você foque em um deles, certamente será muito bem atendido, como eu fui.

A casa conta com diversos ambientes, inclusive um andar superior, mas o mesmo não estava sendo usado no dia, e outro ambiente num piso rebaixado, onde está o caixa, além é claro do mezanino onde estávamos que dá uma visão legal da movimentada rua.
Primeira opinião do lugar
Em uma tranquila noite de sábado, fomos conferir o bar e o ambiente do Confessionário, em um dos pontos altos do Cambuí, para ver o que o bar nos traria de bom. Ambiente legal, bonito e com uma temática de confissões, inclusive com frases celebre decorando a parte superior do bar. Mas algo ali não encaixou bem, talvez por não ser um ambiente glutão e mais descontraído e sim um pouco mais elitizado e um tanto forçado demais.

Como disse anteriormente, o ambiente é legal e bonito. Tem até um confessionário, com padre e tudo para você contar seus pecados. Conseguiram aproveitar um espaço grande, fazer diversos ambientes e criar até uma espécie de varanda interior, como se fosse um camarote. Bem interessante mesmo. Completando o ambiente, tínhamos uma dupla tocando pop rock acústico, nacional e internacional e até que estava bacana (algumas erradas no inglês e um embromation normal) e com alguns pontos bem divertidos. Mas como disse acima, o bar se força em alguma coisa que não conseguimos entender. Talvez seja o ambiente forçado ou até mesmo o público, que é um tanto quanto elitizado e fazem o ambiente ser mais "certo" do que "divertido".

O cardápio é normal, com opções básicas de porções e com preços relativamente normais. Como no dia estávamos um pouco com fome, pedimos uma pizza e acredito que fizemos uma ótima escolha. Pelo tamanho da pizza, por se tratar de um bar, e pelo seu sabor que estava realmente fantástico. Pelo que vi nas outras mesas, porções de salgados saem com bastante frequência ou de iscas, mas com um tamanho um tanto normal e preços que não compensariam pela fome de glutão que temos!

Ainda falando do cardápio, mas na parte de bebidas. Temos a opção de chopp brahma ou cervejas long neck, poucas opções normais, já partindo para cervejas mais sofisticadas como Stella Artois entre outras. Pedimos Brahma long neck, estava boa, mas poderia estar mais gelada. O atendimento do bar é normal, você tem certa dificuldade para chamar o garçom, as vezes ele esquece seu pedido, mas não é algo que mereça um destaque negativo, visto que não chega a ser cansativo, apenas você demora um simples minuto a mais do que se fosse realmente bem atendido.

No final da noite, valeu a diversão e risadas dadas na mesa com alguns goles e uma pizza para alegrar o ambiente, mas saímos com a sensação que falta algo no bar para ele se tornar um lugar mais bacana, mas realmente não encontramos este ponto, talvez em uma próxima vez.
O barzinho ou boteco chique, como queiram, é charmoso e fica no agitado e nobre Cambuí.

Para estacionar por ali é punk, principalmente para quem não conhece. Estacionamento ali perto R$ 20 pilas e só em dinheiro vivo...

O bar tem uma ampla varanda com vista para a rua. Na entrada tem uma hostess que nos indica a melhor mesa, e também registra a comanda em seu nome. Vale lembrar que a Comanda é individual...

Tem som ao vivo, sendo que na sexta rola mais um som de barzinho, já no sábado, o garçom nos informou que rola samba.

O Happy Hour se concentra das 6h até 21h.

O Bar é temático e tem o seu nome como o grande tema da brincadeira: CONFESSIONÁRIO. Lá é possível ver padres e confessionário, ideal para quem tá devendo uma visitinha a um confessionário...

A Fila na hora de pagar é o problema. Dica é colocar mais um computador para aliviar a hora do rush.

Fomos informados que quando a casa está lotada, eles abrem o ambiente superior. Lá em cima, o ambiente é todo arrumadinho e também dá para se ter uma visão do piso inferior.

Enfim, o Confessionário nos pareceu uma boa opção para o Happy Hour de Campinas na agitada Cambuí.
Estive em duas oportunidades no Confessionário Bar. A primeira no evento do Kekanto e a segunda com um voucher do Peixe Urbano.

No evento participamos do Happy hour, que é a base de cerveja e não chopp. Mas servida bem gelada e no balde de gelo, estava excelente. Só perde mesmo na mesa de petiscos , que apesar de várias opções, não chega perto dos melhores da cidade.

Já pelo peixe urbano, fui comer a Parmigiana que é um espetáculo! O atendimento foi muito bem feito e o bar estava muito bem frequentado. Só o vinho que vinha junto que não era muito bom, mas troquei logo por uma Budweiser e ficou tudo numa boa.
O glutão aqui nunca tinha tido a oportunidade de ir ao Confessionário, que é um bar temático no coração do Cambuí e, como devem imaginar fazendo alusão a alguns aspectos religiosos. Aliás, é bem divertido ver os bonecos frades espalhados pelo bar com copo de cerveja na mão, o que era algo bem comum, conforme vários relatos históricos, assim como a origem de algumas cervejas, que foram criadas por figuras religiosas em séculos atrás.

Na oportunidade em questão, foi o 6º evento do site Kekanto e como de costume regado com muitos goles, gulas, gargalhadas e várias outras diversões, onde reencontramos amigos da vida e muitos glutões de plantão. Algo mais do que fantástico… :) Neste evento, o glutão aqui foi até sorteado e ganhou um kit da cervejaria Colorado de Ribeirão Preto, com um copo e uma cerveja. Não preciso dizer que foi uma grata surpresa, certo?

No aspecto dos goles e das gulas, a proposta foi interessante, pois era água, refrigerante, caipirinha, cerveja e batida de espanhola à vontade das 18:00 até 21:00, juntamente com um buffet com alguns tipos de frios e petiscos quentes. A pedida foram alguns goles bem gelados de Brahma, sendo trazidas em um balde com gelo e de 6 em 6 garrafas daquelas de 300 ml, merecendo um destaque. A nota do gole só não foi melhor, pois as outras opções de goles alcoólicos não eram saborosas, principalmente, a batida de espanhola que estava aguada. Com relação à mesa de gulas, nada de destaque, contendo algumas opções de frios, lanches de baguete, salgados fritos e amendoim, porém servindo bem aos glutões famintos. Além disso, pelo que pude observar no cardápio, o Confessionário possui algumas opções interessantes de lanches e outros petiscos a la carte, o que pode ser bacana para ir algum dia à noite com os amigos ou colegas de trabalho.

No aspecto de atendimento, desde o momento que cheguei, fui muito bem atendido, principalmente, por dois garçons que sempre se preocupavam em trazer mais cerveja no balde ou se precisávamos de algo e sempre se preocupavam com a limpeza da mesa. O único problema ocorrido foi na hora de efetuar o pagamento, sendo que houve certa demora e a mulher do caixa não foi muito receptiva, porém, isto ocorreu bem depois do término do evento do Kekanto, quando o bar já estava cheio e com muitas pessoas querendo pagar a conta para irem embora.

Para finalizar, o evento contou com música ao vivo e com um pop/rock bem razoável que começou por volta de 20:00. Sinceramente, eu até fiquei surpreendido pela música e contribuiu ainda mais para a diversão da noite.

Em suma, mais uma vez, um evento gostoso e rodeado de amigos que foram feitos na mesa do bar e que, como sabem, agradam em muito os glutões aqui. Além disso, foi uma boa oportunidade para conhecer melhor um dos bares recém inaugurados na cidade de Campinas. Parabéns ao Kekanto e à Vânia, que é a organizadora dos eventos na região.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 35
Você conhece o Confessionário Bar? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)