Clos de Tapas
Mais na região Como chegar

Endereço: Rua Domingos Fernandes, 548, Moema - São Paulo , SP - Brasil

Telefone: 11 3045-2220

Preço: $$$$  (Mais que R$100)

Em um ambiente contemporâneo e sofisticado, o Clos é dividido em 2 áreas. A primeira é o restaurante, bem chique e moderno. O segundo é uma espécie de varanda que acomodam 22 pessoas ao ar livre, ideal para bater papo e tomar drinks. A comida mediterrânea respeita os sabores naturais de cada produto. A pedida aqui é escolher entre o menu autoral (que permite degustar 8 pratos) e o menu seleção (o chef escolhe 4 pratos da casa). A adega oferece mais de 400 rótulos.

Oferta

Quer receber ofertas do(a) Clos de Tapas?

No Kekanto os donos de estabelecimentos podem publicar cupons de descontos para todos os seus consumidores. Registre-se e receba gratuitamente todos os descontos.

Cadastre-se grátis agora
Conheça também Patrocinado
Promova seu negócio no Kekanto e deixe-o em destaque entre milhares de estabelecimentos.
saiba como
HARUMI VILA OLÍMPIA Jante aqui e ganhe a sobremesa grátis! Venha provar! Pizzaria Tonelli Frango Frito A melhor pizzaria do Campo Limpo!
Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opiniões dos consumidores
Finalmente, conheci o Clos de Tapas. Já havia ensaiado a visita várias vezes, porém acabava desistindo por causa dos exorbitantes preços.

Portanto, encontrei a oportunidade no São Paulo Restaurant Week e fiquei ainda mais empolgada quando vi em uma matéria da Veja São Paulo, que citava esse restaurante como o melhor custoXbenefício do evento, uma vez que o Menu mais barato em dias comuns é R$101,00 e o Menu Restaurant Week é apenas R$37,90, ou seja, uma economia de R$63,10 e as opções eram as seguintes:
Entrada - Mix de Folhas com Queijo de Cabra e Vinagrete de Frutos Secos ou Ovo Trufado com Polenta;
Prato Principal - Porco Preto com Purê de Batata e Chutney de Maça ou Peixe Crocante com Arroz Cremoso e Limão-siciliano;
Sobremesa - Extrato de Chocolate e Cupuaçu ou Compota de Maça.

De ambiente elegante a funcionários simpáticos, o Clos de Tapas atendeu todas as minhas expectativas: restaurante agradável, decoração refinada e excelente comida. Além do menu, pedimos um drink para experimentarmos e simplesmente amamos. Leve, refrescante, saborosíssimo, além de lindo, o Aperol Spritz (Bitter Aperol, espumante, água gaseificada, gotas de limão siciliano e rodelas de tangerina) era caro (R$23), mas valeu muito a pena e a pedida.

Aliás, falando em bebidas, a carta de vinhos é um iPad. O que achei uma ideia atual, moderna e bem charmosa. Uma pena não ter sangria no cardápio, fato que achei bastante estranho, já que trata-se de uma casa tipicamente espanhola.

Agora falando especificamente do menu, pedimos de entrada o ovo e estava divino, fazia tempo que não comia uma entrada tão boa quanto essa.

No prato principal, o namorado ficou com o peixe e eu com o porco. Ambos estavam gostosos, apenas achei o porco fibroso demais para o meu gosto.

Na sobremesa, os dois pediram o Extrato de Cupuaçu com Chocolate. Uma sobremesa contemporânea, bonita e gostosa, todavia muito, muito micro.

Por fim, até o café tem um toque especial e acompanha uma trufinha deliciosa.

Em suma, foi um almoço demasiadamente aprazível e, certamente, voltarei ao local em outras oportunidades, com todo prazer e deveras entusiasta!

via Android

Entrada uma sopa de beterraba, creme azedo e tobiko; Prato principal Petit tender com curry e arroz basmati e Sobresa Suspiro e creme de atemoia com pasta cremosa de chocolate amargo = 50 reais. Vinho sugestão da casa = 50 reais a taça. Agua mineral = 12 reais a garrafa. Muito top o ambiente, as pessoas e os pratos.
Restaurante mediterrâneo interessante. Aprecie as entradas cheias de enchidos e com sabores super tradicionais. O cardápio tem boas opções de carnes, massas e frutos do mar, porém eles possuem o hábito de não colocar todos os ingredientes do prato do cardápio, por isso se for alérgico a alguma coisa, questione sempre! De resto, ambiente agradável, boa carta de vinhos, porém pesa um pouco no bolso. Enjoy it!
Minha interminável lista de restaurantes que desejo conhecer em São Paulo adquiriu recentemente o Clos de Tapas. Dei um pulo lá e claro, fui matar minha curiosidade.

Chegamos quase 15h e não havia uma mesa ocupada. Estranho, muito estranho, não entendi nada. Mas logo em seguida pessoas começaram a chegar e umas seis ou sete mesas foram ocupadas. O ambiente é lindo, pé direito nas alturas como eu adoro, parede de pedras, móveis com linhas retas, um bar para espera na parte superior, adega suspensa com chão de vidro (que eu entrei e morri de medo! Haha) … chique e sem afetação.

Não vá esperando um bar de tapas. Clos de Tapas está muito além disso. Os pratos em pequenas porções são altamente elaborados, intrigantes e sofisticados, aliando técnicas de envergadura respeitável com clara influência espanhola a ingredientes nacionais, como jiló, pupunha e melaço…

Tudo começou com uma boa baguete fresquinha e crocante, manteiguinha de amburana (semente do Amazonas) com castanha do pará e uma compota da casa de picles, com legumes cortados em formato fofo de flor.

A cozinha espanhola passeia por entre mares e montanhas, é rica em sua diversidade de vegetais, carnes e crustáceos. Eu, boa de garfo e sempre curiosa em experimentar, não fujo da responsabilidade e me joguei no menu degustação às escuras, ansiosa para ver o que vinha pela frente.

Massa de pastel frita, pastinha de requeijão com ervas e farofinha de calabresa, para montar como uma mini pizza, do couvert.

De forma geral eu adorei a experiência, mesmo que alguns elementos não tenham agradado meu paladar, o que não depõe em nada contra o restaurante, porque técnica, criatividade, dedicação e sabor não levaram uma falta sequer. Pura questão de gosto e isso não se discute, certo?

Passaram pela mesa uma porção de queijinhos coalho com coberturas diversas, cada uma representando um sabor: doce (cápsulas de melaço), azedo (espuma de limão), amargo (mousse de jiló) e picante (pimenta de bode).

Ceviche de robalo com sopa fria de manjericão (roxa) que mudava de cor…  Sim, mudava de cor, sabe lá Deus como. Penso que deve ser a química do caldo com o ácido do limào, sei lá…

Pupunha com ovas de salmão e molho de anis. Foi o prato que não gostei, não gosto de anis nem de ovas de salmão, mas e daí, provei assim mesmo, porque até hoje foi assim, mas quem sabe eu não mudo minha opinião em algum momento? Assim como foi com o sashimi no Viajante…

Depois um siri empanado acompanhado de uma massinha em forma de arroz e um pó que dava liga que não saquei qual era e esqueci de perguntar….. mistérios das “técnicas moleculares”. Só sei que estava bem bom.

Na sequência, para mim, leitão ao leite mara e para o Fábio, carne com pasta de alho e alho fritinho, delícia cremosa.

Finalizamos com um potinho que representa um vaso de flores, com camadas que intercalam chocolate em várias texturas, granola e raspas de limão. Por cima florzinhas que selam a delicadeza da sobremesa, nem tão doce, nem tão amarga.

Ao final dei uma volta para conhecer a parte superior. A parte brasileira da casa, a chef Ligia Karazawa foi até a mesa nos cumprimentar e conversamos um pouco. Ela, junto com o chef espanhol Raúl Jimenez, são os responsáveis pela arte criada ali. Ligia me contou que morou 12 anos na Espanha. Nesse período passou por vários restaurantes ícones, como El Bulli, Mugaritz e Can Fabes e El Celler de Can Roca, a qual Raúl também fez escola. Okay, já podem falar Uauuuuu!


O preço não é barato, R$ 136 para o menu de seis serviços e (acho) R$ 186 para o de oito, sem bebidas e sem 10%. Mas técnica precisa, qualidade e ótimo atendimento têm seu preço. Para o cuidado, dedicação e carinho ali aplicados… nem o Mastercard resolve.
Uma das melhores experiência que tive neste último ano! Com intenção de conhecer um restaurante de tapas gostoso encontrei esta preciosidade no Kekanto e resolvi dar uma chance. Imaginei que o preço sairia caro quando vi que ficava na VNC do lado do Kinoshita, mas a vontade de conhecer já era grande e resolvi encarar.

O ambiente é animal com o pé direito alto, mesas com sofás na parede, iluminação bonita e fachada que chama muita atenção. Não é nenhuma surpresa pois o sócio também participou do DOM e Kinoshita.

Começamos com uma Sangria Clos (R$ 49,50) que serve duas taças com lichias frescas picadas, grapefruit, açaí, calda de maracujá e é adicionado na mesa um vinho tinto ou branco, que no nosso caso era um bordeux francês. Ela é deliciosa e super refrescante, além de entreter você enquanto espera os outros pratos (você pode ficar igual uma criança caçando as frutas e comendo).

O menu deles tem poucas opções e possivelmente eles alteram bastante pois a maioria dos pratos descritos nas opiniões daqui não tinham. Comecei com uma tapa fria de Ostras ao sabaione de abóbora (R$ 18,20) que vem em um prato super bonito com cores do Brasil e três ostras gigantes.

Para continuar um robalo com aromas de madeira e mostarda (R$ 33,00) que estava super suculento, suave e gostoso! Certamente um dos mais gostosos que comi.

Para finalizar os pratos quentes, pedi os tentáculos de polvo grelhados com frutos da terra (R$ 51,35), o melhor prato que comi no ano (2012) e com uma harmonia entre ingredientes que achei que iam ficar estranhos, mas me surpreenderam. Este prato é uma obra de arte perfeita com todos os ingredientes super saborosos, incluindo o polvo super macio, a abobrinha, o tomatinho delicioso e um creme verde que vem embaixo que combinou bem com o prato.

De sobremesa pedi a "Caipirinha", uma sobremesa que é uma laranjinha kinkan recheada com caldo de cana meio congelado. Achei apenas "ok". Também experimentei "A Escada" que é uma sobremesa que vem com um chocolate em forma de escada, igual ao do próprio estabelecimento.
"Tentáculos de polvo - o melhor prato que comi em 2012!!!"
Quinta feira passada fui conhecer o Clos de Tapas, mais na tentativa de me refugiar de uma semana conturbada e sem graça. Ainda bem que as soluções uma hora aparecem. Algumas mulheres se sentem restabelecidas após uma tarde inteira de compras no shopping, outras gastando tempo nos salões cuidando da beleza e, outras ainda, investindo em horas na academia. Confesso que todos esses tipos de terapia funcionam comigo, como toda mulher. Mas se tem algo pra melhorar, é sair pra esquecer do caos e me sentar à mesa pra comer bem e tranquila. Não é a toa que o nome do blog é Conversas de Gordinhas….

O Clos de Tapas me despertou interesse para conhecer, um restaurante com um conceito diferente de servir tapas, com influências da gastronomia molecular e utilizando dos ingredientes locais para criar pratos diferenciados, denotando assim a brasilidade com feição contemporânea.

Para falar a verdade, não sei se categorizaria como tapas, mas explicaria como se fossem pratos em suas porções bem reduzidas. O ambiente é moderno, vistoso, com pé-direito alto e disposto por cores que parecem concordar entre si. Hora ou outra eu via os dois chefs entrando e saindo da cozinha, super receptivos e atentos a tudo.

Entre as opções, podia-se escolher pelo menu degustação de 6 (R$136,00 cada pessoa) ou de 9 pratos (R$185,00 cada pessoa) ou apenas selecionar os pratos à parte. Eu preferi escolher os pratos que gostaria de provar aquele dia, ainda mais porque a fome não era tanta e não tive a coragem de encarar uma sequência de 6 pratos, por menores que fossem. Querem saber? Mesmo assim, acabamos pedindo quase o número equivalente de pratos. E outra coisa… eu ”escolhi” naquelas, né.

O garçom nos dava sugestões, o que é ótimo pra quem conhece a casa pela primeira vez; mas teimar (indiretamente) pela escolha do prato é chato. É galera, se tenho um deifeito, é que não gosto que escolham o prato por mim quando vou a um restaurante. Pior ainda quando, na mesa, tem aquele homem do casal que fala “garçom, pra mim vai ser peixe e pra ela um coq au vin” e acha que está arrasando. Tá nada… (para mais outras filosofias, acessem descobrindoamenteocultadaesther.com…)

Pra começar, como couvert, conserva caseira de legumes, pães diversos quentinhos e manteiga temperada com castanha do pará e umburana…. maaaas, não sabia que existia, ainda, a segunda etapa do couvert: crocantes de arroz, com caldo de feijão e farofa de couve. Gostosinho.

Uma entrada para dividir, Queijo de coalho (R$19,00), com 4 sequências de sabores: doce (abóbora), ácido (maracujá), amargo (jiló) e picante (pimenta bode). Foi interessante perceber a combinação dos sabores partindo da mesma base.

O Tronco (R$ 19,00), com folhas, cogumelos, tubérculos e a casca da mandioca frita. Gostei e achei que houve uma boa combinação de texturas nesse prato, bem delicado.

O “aroma do bosque” é só pra entrar no clima do mato..

Robalo em ceviche (R$ 22,00) e sua sopa fria ao manjericão. Estava gostosa e suave, mas preferiria o peixe menos morno.

De pratos quentes, Cherne com gnocchi de banana da terra e molho de moqueca (R$30,00) e o Arroz caldoso de pato (R$27,00). Gostei do gnocchi de banana. O arroz, apesar de um pouco doce, estava bom. Para ambos os pratos, eu achei que as porções são ideais, pois, se fossem maiores, talvez seriam enjoativos.

De sobremesa, Gold Label e Chocolate (R$29,00) -harmonizado com J.W Gold Label, que mal cheguei a provar e já não gostei, e Iceberg (R$16,50) de cambuci, sorvete de graviola e cítricos, que também não me agradou muito, pois apesar do jogo de texturas, talvez o amargor tenha mascarado os outros sabores bem mais brandos. (reparem na foto logo abaixo..talvez eu não tenha pegado o melhor ângulo para fotografar, mas…alguém consegue visualizar um “dedo” aí?)

O melhor da noite foi…o vinho de sobremesa Tokaji Aszú, como cortesia da casa, servido pelo simpatissíssimo sommelier da casa, Charles, que teve o prazer de nos contar uma breve história do vinho e suas características. A simples dose, na temperatura ideal, parecia ser o mel fresco em formato de vinho…realmente muito bom!

A casa também serve ótimos drinks do bar, no andar de cima. Cheguei a tomar um drink, mas agora não lembro do nome, só lembro que gostei! =p

Foi um restaurante interessante pra se conhecer… mas nada que seja tão memorável..
Exibindo de 1 a 7
Total de opiniões: 22
Você conhece o Clos de Tapas? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Quais hotéis em São Paulo estão promoção? Ver hotéis
Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: