Centro Cultural do Banco do Brasil
Mais na região Como chegar

Endereço Rua 1º de Março, 66, Centro - Rio de Janeiro , RJ - Brasil - 20010-000

Telefone (21) 380... Clique para ver

Ingressos

Exposição, ideias e programa educativo – Acesso gratuito, senhas distribuídas 1h antes do evento.Artes Cênicas (teatro, dança e ópera) e música: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia-entrada). * Venda antecipadaCinema: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia-entrada), por sessão. A venda começa 1h antes de cada sessão.

Promoção

Exposição, ideias e programa educativo – Acesso gratuito, senhas distribuídas 1h antes do evento.

Dicas Ver todas as dicas
Já foi nesse lugar? Compartilhe sua experiência! Escrever opinião
Opiniões
Amo este espaço, sempre que vou ao Rio de Janeiro passo pelo menos um turno lá, normalmente muito mais. Se morasse no Rio poderia ser um "anexo da minha casa". Diversas manifestações culturais: teatro, cinema, videoteca, livraria, biblioteca, museu, ... Além de internet livre, um delicioso bar, e excelentes banheiros o espaço conta também com guarda volumes, tudo pensado não apenas para o carioca mas para o turista também. Mas o que me encanta verdadeiramente são as exposições temporárias. Pelo menos uma sempre me surpreende, a última que visitei em novembro de 2013 foi Obsessão Infinita de Yayoi Kusama. Simplesmente indescritível, mas nas palavras da autora: " ... adoto meus complexos e medos como temas. Fico aterrorizada só ao pensar que algo longo e feio como um falo me penetre, e e´por este motivo que ... Eu construo muitos e muitos deles e então continuo construindo, até que me enterro no processo: ... OBLITERAÇÃO ". E a artista continua a "desnudar" sua alma, seus outros medos, fixações e as formas que encontrou de se expressar e viver. Gostaria ainda de salientar que a maioria destas exposições possuem mediadores muito bem preparados e gentis, aliás a gentileza permeia todo o Centro Cultural, os funcionários parecem contagiar inclusive o público, um lugar realmente muito agradável na forma, no conteúdo, nas relações.
Bello edificio ubicado frente a la Iglesia de la Candelaria en Río de Janeiro. Tiene entrada gratuita y cuenta con una librería chiquita pero muy completa. También tiene café y restaurante a precios accesibles, pero no baratos. Cuando fui estaban ofreciendo un ciclo de cine con lo mejor del 2014: Boyhood, Gran hotel Budapest, Nebraska. Siempre está lleno de gente y es muy frecuentado por chicos jóvenes.
Adoro esse lugar - um dos melhores espaços no Rio voltado para cultura em vários segmentos: artes cênicas, teatro, cinema, exposições.
No momento, está rolando uma bem legal (pra quem gosta) de pintura moderna: "Kandinsky: tudo começa num ponto". Arte abstrata, com trabalhos dele e de seus seguidores. A entrada é franca e a exposição vai até 30/03, de 9h às 21h.
O Centro conta com uma livraria e uma cafeteria no térreo, além de uma biblioteca, mas uma coisa também muito bacana são as peças de teatro (boas) a 10,00! Vi uma com a Regina Duarte que valia pagar muito mais...no momento, está em cartaz um monólogo com Ana Beatriz Nogueira sobre relacionamento entre pai (um psicanalista) e filha: "Um Pai (Puzzle)", até 03/05.
Ponto negativo, como os amigos já descreveram: há muitos pedintes ao redor e não é aconselhável andar de bobeira à noite (chato, porque as peças de teatro terminam 20h30).
Horário de funcionamento no Centro: 9h às 21h, de quarta a segunda.
O Centro Cultural do Banco do Brasil - CCBB é uma referência no Rio de Janeiro.
Amo demais esse espaço.
Ele abriga, hoje, três teatros, um cinema, uma sala de vídeo e espaços para exposições temporárias. Além de uma biblioteca, o museu de numismática e o arquivo histórico.
Antes funcionava uma agência do Banco do Brasil, concomitantemente com o Centro Cultural, mas o tempo mostrou que o espaço já era pequeno e a grandiosidade dos trabalhos invadiu os últimos metros quadrados da imponente construção eclética.
Quem visita pela primeira vez o CCBB, fica deslumbrado pela arquitetura do local.
Levava muito minhas filhas, ainda pequenas, nas oficinas para crianças, onde se divertiam e aprendiam com simplicidade.
Usei muito suas salas de cinema, onde você pode comprar ingressos para o mês inteiro.
E também a sua vasta biblioteca.
A última vez que estive lá foi para visitar a exposição idealizada pelo Instituto Wladimir Herzog, onde lançou mão de uma linha do tempo de 1960 a 1985 para contar a história da resistência à ditadura militar no Brasil.
Excelente para aqueles que pouco sabem a realidade dos fatos.
Além das excelentes performances desenvolvidas no foyer, a última é em homenagem ao centenário de Dorival Caymmi, onde há colchões espalhados pelo chão para uma "sonequinha"...só mesmo o Dori, para tanta inspiração!
Conheci o CCBB em uma visita à exposição Mestres da Renascença. E eu realmente AMEI este lugar, realmente amei! O espaço é maravilhoso, com uma arquitetura linda, desde o chão à cúpula. Não parecia ser tão grande do lado de fora.

A exposição que fui estava realmente bem organizada e sinalizada, espalhada entre vários salões e muito bem iluminada. O bacana é que na exposição, e acredito que em outras também, os monitores foram maravilhosos e muito solícitos: respondiam todas as perguntas, sem titubear.

Ali também tem um cinema que exibem filmes alternativos, gratuitamente. E um café MARAVILHOSO, onde passaria horas....Aliás, há uma lojinha muito bacana também, para quem gosta de souvenirs e presentinhos.

Enfim, um lugar que realmente traz ótimas exposições e é lindo!
O CCBB faz parte da vida de todo e qualquer carioca que é ligado à cultura. Com espaço que agradam desde crianças até idoso, tem espaços interativos, cinemateca, teatro, restaurante e livraria. E ainda tem uma vez por ano o AnimaMundi, presente na vida dos amantes de animação.

Indico o CCBB para quem quer apenas passar um tempo ou para os amantes da cultura. Vale lembar que diversos festivais passam pelo centro. Todo dia é dia de vistar, menos segunda-feira.
Para começar, o prédio do Centro Cultural do Banco do Brasil é lindo e vale muito entrar mesmo que seja só para apreciar a arquitetura! Fui em um sábado, depois de almoçar lá perto e estava bem movimentado com uma apresentação no meio do salão. Visitei uma exposição sobre a ditadura, “Resistir é preciso”, e gostei bastante. Tudo bem organizado. O acesso foi gratuito! O ideal é ficar de olho na programação das exposições, mas também recomendo dar uma passadinha quando estiver passeando pelo centro.

via Android

O CCBB foi a sede do Banco do Brasil por 80 anos. Desde sua inauguração. Dizem que havia no hall, onde hoje existe uma abóbada, um lustre maravilhoso. Que desapareceu na reforma.
É hoje um polo cultural com, teatro, cinema e exposições.
Também estão instalados lá uma livraria e um restaurante muito bom.
O acesso é fácil, funciona de quarta até segunda. Das 09h até às 21h.
Vale a pena ir as exposições atuais: Obsessão Infinita e Viral.
Infelizmente o caminho até o Metrô está lotado de moradores de rua. Recomendável para quem não for de carro usar táxi ou ônibus.
Nossa! Sabe aquele lugar que eu passaria (eu já passei) tardes e tardes afora? Então, o CCBB, como é conhecido, tem esse ar. Mesmo que você não vá para nenhuma exposição, lá é bom para ler um livro, tomar um café e ficar por ficar. Todo mundo fica sentado nas escadas do teatro e nos apoios das colunas além dos próprios bancos. Não tem um wi-fi liberado no primeiro andar. E na sala, acho que do terceiro andar, que tinha uns puff e wi-fi agora é um outro café.

Uns dos lugares da cidade que tem bebedouro e banheiro liberado, bem, acho isso importante porque as vezes você só quer usar rápido. E é chato ter que ficar pedindo pra donos de estabelecimento ou comprando algo pra usar. E sempre que fui estava limpo.

Já fui em peças de teatro, e a sala é boa. Não muito grande e nem pequena. E as peças são sempre com preços populares. As exposições estão sempre renovando. É um centro cultural ótimo! Merece 5 estrelas.
O CCBB é referência cultural da cidade do Rio de Janeiro, na cidade e em cidades próximas como Niterói, volta e meia ouve-se alguém comentando sobre alguma exposição, peça teatral, filme ou outros eventos culturais programados para o CCBB. São gratuitos na maioria das vezes.

O prédio histórico, antiga sede do Banco do Brasil, é muito bonito e marcante. Possui ótima estrutura, é muito arrumado, tem livraria e café. É um ótimo local para visitar com a família, principalmente se houver alguma exposição de seu interesse.

Fique sempre de olho no site http://culturabancodobrasil.com.br/
. O Centro Cultural Banco do Brasil é de fácil acesso.
Ótimo espaço cultural! Quando to no Centro do Rio e perto sempre entro pra conferir a exposição que tá rolando. É um lugar que traz uma paz bem no meio caótico do centro do Rio. De todas as exposições que fui a que mais marcou foi a da Tarsila, poder ver o Abapuru de perto foi ótimo. Fiquei frustrada de não ter ido na dos Impressionistas e a do japonês das pipas. Gostei tbm da expo das bolinhas da japonesa Kusama que foi a primeira vez que peguei fila lá. Quero ir agora pra ver os quadros de Warhol, antes que entre a que mais to doida pra ver e que tenho certeza que vai superar todas, a do Salvador Dali que entra 30-05. E o melhor de tudo é de graça. Lugar pra ir toda vez que trocar a exposição.
Exibindo de 1 a 14
Total de opiniões: 310
Você conhece o Centro Cultural do Banco do Brasil? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe o app grátis Veja mais