Aos sábados, enquanto o samba de raiz anima o público, a casa oferece uma das melhores e mais concorridas feijoadas da Vila Madalena, entre 13h e 17h, servidas em porções individuais ou para dividir.

Conheça também Patrocinado
Promova seu negócio no Kekanto e deixe-o em destaque entre milhares de estabelecimentos.
saiba como
BECO 203 Na noite da Augusta, Só o Beco Salva! BECO 203 Na noite da Augusta, Só o Beco Salva! Vila do Samba A melhor casa de samba de São Paulo! Vila do Samba A melhor casa de samba de São Paulo!
Dicas rápidas Ver todas as dicas
Opiniões dos consumidores

Esse é um bar que tenta também ser balada e, apesar de no final das contas ser bom, acaba não sendo o melhor que poderia em nenhuma das duas categorias.

Minha experiência vai se resumir a uma noite em que fui até lá, por volta das 22h e fiquei até à 1h.

Primeiramente, como está na Vila Madalena e especialmente colado no cemitério municipal, é muito difícil arranjar vagas e estacionamentos perto do local. Há o serviço de vallet na portaria que fica por R$15, mas como você pode imaginar, eles vão parar seu carro na rua. Você também pode escolher dentre os estacionamentos nas ruas adjacentes.

Nas noites, o Bar Camará vai te cobrar uma entrada que vai depender do planejaram que de shows, ficando entre $20-50 pela entrada, mais o que você consumir. Para mulheres e nome na lista (agendado) é mais barato. Você também pode escolher por pagar R$80 pra consumir à vontade.

O ambiente do bar é bem gostoso, sendo cercado por janelas/paredes de vidro que te dão a impressão de estar numa varanda. Porém, quando tentam misturar a experiência de balada com a de bar, acabam fazendo mer**: tanto o show ao vivo (MPB, sertanejo) quanto a música que tocavam estavam muito, muito altos. Estava tão alto que você tinha que gritar para conversar com quem estava na sua mesa... A prioridade que davam pro som é similar a de uma balada, mas isso não combina com um ambiente de bar, com mesas e cadeiras onde as pessoas não conseguem se deslocar pra dançar, conversar um com outro e etc... Num bar, o que se faz principalmente é conversar, e nessa noite, foi difícil interagir com os amigos.

E apesar do atendimento simpático, para servir aperitivos e algumas bebidas, demoraram razoavelmente.

Bem, ele seria um excelente bar se deixassem o som um pouco mais baixo. Ou uma excelente balada se tirassem algumas mesas na área principal. Mas do jeito que está, o Bar Camará é mais ou menos.

O Camará está no meu top 3 da noite paulistana.
Não vou lá para comer ou beber muito, mas sim pra dançar: ele oferece aos fins de semana 3 ambientes (normalmente sertanejo, MPB e tem um espaço para balada).
Gostei da possibilidade de, quando enjoava de um lugar e a música não era boa subir para outro. Fiquei transitando entre a balada e o show de MPB.
Não acho fácil achar lugares com um bom espaço e gente aberta para dançar ao som de MPB, mas lá me dei muito bem, a banda era boa, só tocou música boa e tava cheia de pé-de-valsa, uma noite adorável. O pessoal que frequenta é beem bacana.
Vale a pena o valor cobrado da entrada.
As caipirinhas de saquê são bem gostosas!
Mas não rola ir de transporte público, viu? Vá com o telefone de seu taxista favorito salvo.

Eu sou um carioca apaixonado pela terra da garoa. Não sei quem inventou a disputa entre Rio e São Paulo mas posso afirmar que a feijoada de lá não perde para a de cá. Conheci o Emerson durante a realização do Rio Restaurant Week, o festival gastronômico organizado por ele que trouxe o conceito de New York. Quando soube do blog imediatamente fez o convite para conhecer a sua feijoada no Bar Camará, considerada uma das 10 melhores de Sampa. Uma esquina totalmente arborizada da Vila Madalena praticamente esconde o bar e restaurante que soube aproveitar o entorno para o ambiente interno. A casa tem uma extensa programação musical, e todo sábado é dia de Feijoada. Uma simpática promo da cachaça Nega Fulô oferecia uma dose cortesia para quem pedisse uma caipirinha com a marca. Nem precisou insistir e lá estávamos minha amiga paulistana e eu, provando as misturas de frutas da estação. Pedimos a feijoada para 2 que logo veio acompanhada de mandioca frita, banana empanada e carré de porco, além é claro, das carnes, feijão, arroz branco, farofa, couve, torresmo, laranja e a indispensável pimenta caseira. Famintos que estávamos após a visita na Bienal, caimos dentro e de repente um silêncio absoluto reinou à mesa... pouco depois Sonia se debruçava em elogios enquanto eu me impressionava com o cuidadoso tempero do feijão, a maciez das carnes a alvura do arroz. Reencontro amigos queridos que foram chegando para o nosso encontro. Um animado grupo se despedia da francesa Louise, que retornaria em breve ao seu país tendo no Cassoulet uma vaga lembrança desse dia. O grupo Enverga mas não Quebra dominou competentemente a cena musical com um farto repertório de samba e pagode. Virei fã incondicional. O jeito agora é voltar e provar as outras 9 melhores feijoadas de SP.Dica do blog: faça reserva e chegue na hora ou vai ficar em pé... o que tb pode ser uma boa se o seu negócio é sambar ! Um brinde à mocidade de Sampa ! Salve a Camisa Verde e sua Princesa Amanda ! Enverga mas não quebra !

R$ 45, a feijoada para 2R$ 22,50 a feijoada para 1R$ 13,90 Caipirinha de LimãoR$ 15,90 Caipirinha outras frutas
Foto opinião do André Paranhos sobre Bar Camará

Eu fui ao Bar Camará sábado, 15/03, para utilizar meu voucher de uma oferta de cerveja e picanha que comprei no Groupon. Agendei pelo telefone. Quando cheguei lá não encontraram meu nome na lista, mas falaram que assim mesmo me arrumariam uma mesa. Para a minha surpresa o bar tem uma parte reservada ao Groupon. Tem um deck que todos que tem voucher são atendidos lá. O Bar tem música ao vivo e uma decoração bonita, pela foto da oferta é demonstrado o visual do bar, que me agradou. Porém, o deck reservado ao atendimento dos vouchers é feio, sem decoração, sem ventilação, apertado. A música ao vivo do bar não alcança bem esse deck. É em um andar de cima, com uma escada para os fundos do bar. Parece um sótão que adaptaram para receber os compradores de voucher. Eu insisti para ficar em uma mesa no bar mesmo, não nesse outro lugar, a funcionária não foi nada amigável e me afirmou que a orientação é que voucher tem um lugarzinho reservado. Achei discriminação. Quem compra voucher deve ser atendido como qualquer outra pessoa. Sempre comprei vouchers e nunca tive esse tipo de experiência de ir comer nos fundos de um bar. Eu só fiquei lá pois já tinha me deslocado da minha casa, não quis perder a viagem. Porém nos sentimos isolados, pois o bar estava cheio e animado, mas nós estávamos em um lugar separado. A foto da oferta mostra exatamente a área proibida pra quem compra voucher. Não existe na oferta nenhum tipo de aviso para os compradores, de que eles ficarão separados do restante do bar. Para mim foi uma propaganda extremamente negativa para o bar. Nunca mais volto lá e vou pensar muito bem antes de comprar voucher, pois essa experiência foi muito desagradável. Já perdi as contas de quantos locais conheci através de compras coletivas e que voltei mais vezes independente de voucher, pois fui bem atendida. Comprar voucher e ser atendida com diferença foi a primeira vez. E esse Bar Camará sempre está em sites de compras coletivas. Se eles não querem atender bem quem compra voucher, não sei porque eles vendem.
Exibindo de 1 a 7
Total de opiniões: 31
Você conhece o Bar Camará? Escreva uma opinião! Dê sua nota! Nota geral
Passe o mouse pelas estrelas clique para dar nota

Opinião
Para enviar fotos ou preencher os campos adicionais, faça seu (Você não perderá a opinião escrita)

Baixe grátis o app do Kekanto Escolha sua plataforma: